"Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender. "Augusto Cury.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Mais uma conquista!!!




Gostaria de compartilhar com vocês mais uma coquista! E agradecer a todas as pessoas que acreditaram no meu potencial!!!Agora, Pedagoga!!
Obrigada!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Sugestão projeto de Natal


Galerinha, o Natal está chegando...
Segue uma sugestão de projeto para o Natal...
Espero que gostem...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

FORMATURA





SEGUE UMA DICA DE DECORAÇÃO DA MESA DOS FORMANDOS...
ACHEI BEM INTERESSANTE (BLOG AMIGA DA EDUCAÇÃO).

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

PROFESSORES...


"Aquele que é mestre na arte de viver faz pouca distinção entre o seu trabalho e o seu tempo livre, entre a sua mente e o seu corpo, entre a sua educação e a sua recreação, entre seu amor e a sua religião. Distingue uma coisa da outra com dificuldade. Almeja, simplesmente, a excelência em qualquer coisa que faça, deixando aos demais a tarefa de decidir se está trabalhando ou se divertindo. Ele acredita que está sempre fazendo as duas coisas ao mesmo tempo."
Domenico de Masi

sábado, 12 de setembro de 2009

Silabario ilustrado

Pra quem assim como eu e professora alfabetizadora,que nesta altura do ano letivo esta apostando em todas as estrategias possiveis para conseguir alfatetizar a sala toda, estou postando um silabario ilustrado para ajudar nesta luta... Espero que seja util pra vcs. Super Beijokas

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Vírus H1N1


Influenza A (H1N1) é uma doença respiratória causada pelo vírus A. Devido a mutações no vírus e transmissão de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de secreções respiratórias de pessoas infectadas, o Ministério da Saúde traz um série de recomendações.

A ) Aos viajantes que se destinam às áreas afetadas:

Usar máscaras cirúrgicas descartáveis durante toda a permanência em áreas afetadas.
Substituir as máscaras sempre que necessário.
Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável.
Evitar locais com aglomeração de pessoas.
Evitar o contato direto com pessoas doentes.
Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.
Evitar tocar olhos, nariz ou boca.
Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar.
Em caso de adoecimento, procurar assistência médica e informar história de contato com doentes e roteiro de viagens recentes às áreas afetadas.
Não usar medicamentos sem orientação médica.
B ) Aos viajantes procedentes de áreas afetadas:

Viajantes procedentes, nos últimos 10 dias, de áreas com casos confirmados de influenza A (H1N1) em humanos e que apresentem febre alta repentina, superior a 38ºC, acompanhada de tosse e/ou dores de cabeça, musculares e nas articulações, devem:

Procurar assistência médica na unidade de saúde mais próxima.
Informar ao profissional de saúde o seu roteiro de viagem.

Fonte: Portal da Saúde

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Várias atividades


Oi galerinha...
Estava procurando atividades
de matemática, e achei várias
na galeria de fotos da Ro.
http://picasaweb.google.com.br/rasilvacsota
Fica aqui minha dica...
* bjOkas

terça-feira, 28 de julho de 2009

*.* DIA DOS PAIS *.*


ORIGEM DO DIA DOS PAIS...

O Dia dos Pais, ao contrário do que muitos pensam, não foi estabelecido como
feriado apenas para ajudar às fabricas de cartões a vender mais. Sonora
Louise Smart Dodd, de Washington, foi quem primeiro propôs a idéia de comemorar a data, em 1909.
Ela queria um dia especial para homenagear o pai, William Smart, um veterano da guerra civil que ficou viúvo quando sua esposa teve o sexto bebê e que criou os seis filhos sozinho em uma fazenda no Estado de Washington.
Foi olhando para trás, depois de adulta, que Dodd percebeu a força e generosidade do pai.
O primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de junho de 1910, em Spokane, Washington. A rosa foi escolhida como a flor oficial do evento. Os pais vivos deviam ser homenageados com rosas vermelhas e os falecidos com flores brancas. Pouco tempo depois, a comemoração já havia se espalhado por outras cidades americanas. Em 1972, Richard Nixon proclamou oficialmente o terceiro domingo de junho como Dia dos Pais.
O pai brasileiro ganhou um dia especial a partir de 1953. A iniciativa partiu do jornal O Globo do Rio de Janeiro, que se propôs a incentivar a celebração em família, baseado nos sentimentos e costumes cristãos.
Primeiro, foi instituído o dia 16 de agosto, dia de São Joaquim. Mas, como o domingo era mais propício para as reuniões de família, a data foi transferida para o segundo domingo de agosto.
Em São Paulo, a data foi formalmente comemorada pela primeira vez em 1955, pelo grupo Emissoras Unidas, que reunia Folha de S. Paulo, TV Record, Rádio Panamericana e a extinta Rádio São Paulo. O grupo organizou um grande show no antigo auditório da TV Record para marcar a data. Lá, foram premiados Natanael Domingos, o pai mais novo, de 16 anos; Silvio Ferrari, de 96 anos, como o pai mais velho; e Inácio da Silva Costa, de 67 anos, como o campeão em número de filhos, um total de 31. As gravadoras lançaram quatro discos em homenagem aos pais. O maior sucesso foi o baião É Sempre Papai, com letra de Miguel Gustavo, interpretada por Jorge Veiga.

O Dia dos Pais acabou contagiando todo o território brasileiro e até hoje é
comemorado no segundo domingo de agosto.

~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~* ~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Blogs na Educação



Muitas são as ferramentas tecnológicas que hoje os educadores podem utilizar como suporte pedagógico, sendo o blog uma delas, mesmo não tendo surgido com fins educacionais. Com mil e uma possibilidades, os blogs são páginas na internet que utilizam protocolos de transmissão de dados e um servidor para armazenar as informações, que podem ser atualizadas com freqüência. São considerados como uma ferramenta colaborativa e interativa. É uma maravilhosa mídia, que permite interação, divulgação de informações e trocas de ideias entre as pessoas.
Na educação, podem ser utilizados como meio de publicação das etapas de um projeto de aprendizagem (de forma coletiva ou individual), jornal virtual, divulgação de atividades, apoio de trabalhos por disciplinas ou interdisciplinares, exposição de produções de alunos, forma de desenvolver habilidades e competências nas diferentes áreas de conhecimento, publicação de imagens criadas ou registradas pelos próprios alunos, ampliando suas habilidades cognitivas. Alem dessas, Maria de Fátima Franco destaca o papel do blog como meio de interação e escrita coletiva no ensino fundamental. Em seu artigo, ela ainda coloca as idéias de Davis (2004) e Barros (2005), na utilização de blogs na educação. Para a primeira, os blogs seriam espaços de discussão de idéias, livros lidos, notícias diárias e criação de projetos de grupo. Já para o segundo, os blogs representam oportunidades para o processo de alfabetização, por narrativas e diálogos. Já Suzana Gutierrez defende o uso do blog para formação de professores, como forma de construção do conhecimento, aliado a um processo de interação, o que leva à auto-organização da cognição. Para isso se fundamenta nas teorias de Vygotsky e Freire.
O vídeo assistido reforça que com objetivos educacionais os blogs podem incentivar a leitura e a escrita, pois alunos e professores podem cooperar e colaborar uns com os outros, favorecendo a interdisciplinaridade, através do diálogo com outras formas de saber. Exemplifica também algumas atividades que podem ser desenvolvidas na escola com uso de blogs: postagem de projetos, trabalhos em grupos, com temas sugeridos pelo professor, criação de blogs da escola, com links para os blogs das turmas, postagem de resenha de livros entre outros.
Por fim, observa-se que muitas são as possibilidades de publicação e postagem em blogs, basta apenas escolher a que se adéqua à necessidade da turma, escola, alunos, professores e colocar em prática. Todos acabam ganhando: a educação, que passa a ter mais qualidade, os alunos, que tem a oportunidade de divulgar seus projetos e trabalhos, além de favorecer a aprendizagem e aumento de auto-estima. Por fim, a oportunidade de formar uma rede social, conectada com a internet, onde através da interação e comunicação, pode-e construir coletivamente não só textos, mas principalmente idéias... projetos





REFERÊNCIAS

FRANCO, Maria de Fátima. Blog Educacional:ambiente de interação e escrita
colaborativa
GUTIERREZ, Suzana. Weblogs e educação: contribuição para a construção de uma teoria

sábado, 27 de junho de 2009

Nosso Projeto de Peac




Anelisa, Lidiane Shirley, Flávia (embaixo) Marildina e Angélica...


Massa de Modelar caseira

Para as Férias

4 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de sal
1 e 1/2 xícara de água
1 colher se sopa de sal
Corante alimentício (da cor que preferir)

Como fazer:
Misture tudo muito bem amassando com as mãos até ficar homogêneo...
Guarde em saco plástico...

Sobre curso se libras...

Paloma,
Vc pode ligar para se informar melhor na Escola Municipal de Habilitação e Reabilitação de excepcionais(pessoas com necessidades especiais), que fica no Centro de Itapecerica da Serra. (11) 4667-4679.
Bjus

sábado, 18 de abril de 2009

DIA DAS MÃES







(RETIRADO DO BLOG CANTINHO ALTERNATIVO)

VI ESTA DICA NO BLOG CANTINHO ALTERNATIVO E ACHEI TUDO DE BOM... E RESOLVI
DIVIDÍ-LA COM MINHAS AMIGAS... BEIJOKAS












sábado, 28 de março de 2009

HORA DO PLANETA




WWF-Brasil participa pela primeira vez da Hora do Planeta, um ato simbólico, que será realizado dia 28 de março, às 20h30, no qual governos, empresas e a população de todo o mundo são convidados a apagar as luzes para demonstrar sua preocupação com o aquecimento global.Participe! É simples. Apague as luzes da sua sala.

Por que participar?

Porque o Brasil precisa demonstrar que a sua população está atenta ao problema do aquecimento global e disposta a tomar as atitudes necessárias para reduzir estas ameaças. Queremos que os brasileiros se juntem a um bilhão de vozes em todo planeta, chamando os líderes mundiais a assumirem sua parte na solução do problema.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Para descontrair o primeiro dia de aula

Começo de ano letivo é uma época muito especial. A garotada fica aguardando ansiosa o primeiro dia de aula, quando poderá reencontrar os colegas de sala, saber quem fará parte da nova classe, conhecer novos colegas e professores e descobrir o que mudou na escola.
Se voltar para a mesma escola já deixa a turma em polvorosa, imagine como se sente um aluno que está ingressando numa escola nova ou indo à aula pela primeira vez.
Sabendo da importância que tem o início do ano letivo, as escolas se organizam para receber seus alunos e criar um ambiente acolhedor e descontraído.
Para colaborar com essa preparação, trazemos sugestões de atividades para os professores desenvolverem com sua nova classe. Acreditamos que esse momento é oportuno para integrar os alunos, traçar objetivos para o ano, montar cronogramas, organizar espaços e fazer combinados.
Reservamos ainda um espaço para você nos enviar sugestões de atividades que já tenha realizado com seus alunos ou atividades inéditas, que estejam sendo carinhosamente planejadas para o novo ano letivo.

Sugestões de dinâmicas:



Fonte: Portal Positivo

Dinâmica "A Caixa Surpresa"
Funciona como "quebra-gelo" ou para testar a segurança em arriscar, ou o medo do desconhecido... É uma dinâmica em que a pessoa tem que "arriscar pra petiscar", literalmente!Numa caixa, colocar um bombom no fundo, vários papéis por cima e bem por cima, alguns bilhetes escrito "coma o bombom". Colocar o grupo em círculo e dizer que a caixa vai passar de mão em mão, e quando a música parar de tocar, a pessoa que estiver com a caixa deve pegar um bilhete e cumprir a tarefa.É lógico que você não diz que apenas uma pessoa vai fazer isso (afinal só tem um bombom! E se tivesse mais, perderia o sentido da brincadeira). Eles devem pensar que todo mundo vai pagar algum mico. Nós fizemos um "terrorzinho" básico, dizendo que era obrigado a cumprir a tarefa, que não podia pedir ajuda, não interessava o que estivesse escrito no bilhete, não era pra ter vergonha de cumprir, etc. O pessoal fica apavorado, ninguém quer ficar com a caixa e a pessoa que pegou ficou decepcionada... hesita até para pegar o bilhete.Daí a pessoa come o bombom (a decepção passa, é óbvio) e a brincadeira acaba. Todo mundo fica decepcionado por ter só uma rodada! E todos ficam se lamentando por não terem ficado com a caixa.É interessante discutir a questão do medo, do receio de correr riscos e também a questão de oportunidade, que é bem evidente nesta brincadeira. Poucos conseguem aproveitar uma oportunidade quando ela aparece (no caso dessa dinâmica, só um pode aproveitar)
Fonte:Gerência de ação Comunitária


sábado, 24 de janeiro de 2009

O menininho

Era uma vez um menininho. Ele era bastante pequeno. E ela era uma escola grande. Mas quando o menininho descobriu que podia ir à sua sala, caminhando através da porta da rua, ele ficou feliz. E a escola não parecia tão grande quanto antes. Uma manhã quando o menininho estava na escola, a professora disse: - Hoje nós iremos fazer um desenho. - Que bom! - pensou o menininho. Ele gostava de fazer desenhos. Ele podia fazê-los de todos os tipos: leões, tigres, galinhas, vacas, trens e barcos. Ele pegou sua caixa e começou a desenhar. Mas a professora disse: - Esperem! Ainda não é hora de começar! E ela esperou que todos estivessem prontos. - Agora. Disse a professora. Nós iremos desenhar flores. - Que bom! - pensou o menininho. Ele gostava de desenhar flores e começou a desenhar flores com seu lápis rosa, laranja e azul. Mas a professora disse: - Esperem! Vou mostrar como fazer. E a flor era vermelha com caule verde. - Assim. Disse a professora. - Agora vocês podem começar. Então ele olhou para a sua flor. Ele gostara mais de sua flor, mas não podia dizer isso. Ele virou o papel e desenhou uma flor igual a da professora. Era vermelha com caule verde. Num outro dia, quando o menininho estava em aula, ao ar livre, a professora disse: - Hoje nós iremos fazer alguma coisa com barro. Ele podia fazer todos os tipos de coisas com barro: elefantes, camundongos, carros e caminhões. E ele começou a juntar e a amassar a sua bola de barro. Mas a professora disse: - Esperem! Não é hora de começar. E ela esperou até que todos estivessem prontos. - Agora, disse a professora, nós iremos fazer um prato. - Que bom, pensou o menininho. Ele gostava de fazer pratos de todas as formas e tamanhos. A professora disse: - Esperem! Vou mostrar como se faz. E ela mostrou como se faz um prato fundo. - Assim, disse a professora, agora vocês podem começar. O menino olhou para o prato da professora. Então olhou para o seu próprio prato. Ele gostara mais do seu prato do que o da professora. Mas ele não podia dizer isso. Ele amassou o seu barro numa grande bola, novamente, e fez um prato igualzinho o da professora. E muito cedo, ele não fazia mais nada por si próprio. Então aconteceu que o menininho e sua família se mudaram para outra casa, em outra cidade e o menino teve que ir para outra escola. Esta escola era ainda maior do que a primeira. E não havia porta da rua para a sua escola. Ele tinha que subir grandes degraus, até sua sala. E no primeiro dia, ele estava lá. A professora disse: - Hoje nós vamos fazer um desenho. - Que bom! – pensou o menininho. E ele esperou que a professora dissesse o que fazer. Mas a professora não disse nada. Ela apenas andava na sala. Foi até o menininho e disse: - Você não quer desenhar? - Sim. Disse o menininho. O que é que nós vamos fazer? - Eu não sei, até que você o faça. Disse a professora. - Como eu posso fazê-lo? – Perguntou o menininho. - Da maneira que você gostar. Disse a professora. - E de que cor? – Perguntou o menininho. - Se todo mundo fizer o mesmo desenho e usar as mesmas cores, como eu posso saber quem fez o que? E qual o desenho de cada um? - Eu não sei. Disse o menininho. E ele começou a desenhar uma flor vermelha com caule verde.
(retirado do blog vamos educar)

Projeto Signbificado do Nome



» Sugestão da KHouse Modelo PUC-Rio
Justificativa: O nosso nome é a nossa primeira identificação é também através dele que adquirimos a noção de identidade. Com ele nos diferenciamos das demais pessoas e percebemos, num primeiro momento, que somos um ser diferente dos outros ao nosso redor. Alguns acreditam que o nome tem uma influencia muito forte na personalidade das pessoas, por esse motivo escolhem nomes através do seu significado, outros homenageiam pessoas dando o mesmo nome aos seus filhos.Muitas vezes ao analisar o significado do nome pode-se entender melhor a sua origem da sua família. Pois através desta busca podemos descobrir em que país ele se originou, sua história e derivações.
Objetivos:Valorizar as diferenças de cada individuo.Despertar o interesse dos alunos sobre as suas origens.
Metodologia:Refletir sobre a importância do nome e as diferenças que há em cada ser humano.Perceber a diversidade de nomes que existem.Realizar trabalhos em grupo com as diferentes atividades que serão desenvolvidas.Pesquisar sobre as suas origens.
Sugestões de Atividades:



-Pesquisar e debater sobre a importância do nome, suas diferenças, semelhanças e especificidades entre os seres humanos.



Sugestão: Verificar a diversidade de nomes que existem na turma. Os alunos deverão perguntar aos seus pais como foi feita a escolha do nome e a origem do sobrenome de sua família. Uma boa opção é realizar entrevistas ou conversas informais;



-Montar uma árvore genealógica de cada aluno, para não ficar muito extensa, sugere-se que se comece com os nomes dos avós.



Sugestão: Desenhar uma árvore no Paint e em seguida, insere-se no Word, colocando os nomes dos avós nas raízes, dos pais e tios no tronco, e dos filhos, no caso, os alunos, nas folhas, junto com os primos.-Analisar as fotos antigas e atuais da criança.-Realizar a partir do próprio nome um acróstico.-Construir um texto no Word com ilustração. Sugestão: Os alunos devem buscar na Internet o significado dos seus nomes e em seguida, irão "colar" a informação no Word. Este texto terá o seguinte título: "(nome do aluno) significa...". Depois de escolher a fonte do título, os alunos irão desenhar no Paint o significado dos seus nomes.
Produção Final:Construir uma apresentação no Power Point.Sugestão: Essa apresentação pode conter até 3 telas. Primeiro passo: os alunos terão que desenhar um auto-retrato no Paint. Segundo passo: no programa Power Point os alunos deverão criar uma tela modelo com plano de fundo e título, sendo este o nome da criança. Inserir na primeira tela um texto, sendo uma breve apresentação; na segunda tela inserir o desenho do significado do seu nome e por último inserir na terceira tela o auto-retrato. Uma boa opção é animar as telas.
O que pode ser trabalhado com este projeto?



Língua Portuguesa ->



produção de texto



Estudos Sociais e Ciências ->



conhecimento da origem e evolução do ser humano.



(idéia retirada do blog http://vamoseducar.blogspot.com/.)

Mensagem


segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Numerais

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*
Oi galerinha!!!
Os numerais expostos na sala de aula
é tão importante quanto as letras do alfabeto, por isso tratei
logo de postar os numerais de 1 a 20...
Espero que vcs gostem e tbm que sejam úteis!!
Super beijokas
*~*~*~*~*~*~*~*~*~*
(Para ampliar é só clicar na imagem)










LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Meu album picasa

Faça sem sair de casa!!!