"Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender. "Augusto Cury.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Para descontrair o primeiro dia de aula

Começo de ano letivo é uma época muito especial. A garotada fica aguardando ansiosa o primeiro dia de aula, quando poderá reencontrar os colegas de sala, saber quem fará parte da nova classe, conhecer novos colegas e professores e descobrir o que mudou na escola.
Se voltar para a mesma escola já deixa a turma em polvorosa, imagine como se sente um aluno que está ingressando numa escola nova ou indo à aula pela primeira vez.
Sabendo da importância que tem o início do ano letivo, as escolas se organizam para receber seus alunos e criar um ambiente acolhedor e descontraído.
Para colaborar com essa preparação, trazemos sugestões de atividades para os professores desenvolverem com sua nova classe. Acreditamos que esse momento é oportuno para integrar os alunos, traçar objetivos para o ano, montar cronogramas, organizar espaços e fazer combinados.
Reservamos ainda um espaço para você nos enviar sugestões de atividades que já tenha realizado com seus alunos ou atividades inéditas, que estejam sendo carinhosamente planejadas para o novo ano letivo.

Sugestões de dinâmicas:



Fonte: Portal Positivo

Dinâmica "A Caixa Surpresa"
Funciona como "quebra-gelo" ou para testar a segurança em arriscar, ou o medo do desconhecido... É uma dinâmica em que a pessoa tem que "arriscar pra petiscar", literalmente!Numa caixa, colocar um bombom no fundo, vários papéis por cima e bem por cima, alguns bilhetes escrito "coma o bombom". Colocar o grupo em círculo e dizer que a caixa vai passar de mão em mão, e quando a música parar de tocar, a pessoa que estiver com a caixa deve pegar um bilhete e cumprir a tarefa.É lógico que você não diz que apenas uma pessoa vai fazer isso (afinal só tem um bombom! E se tivesse mais, perderia o sentido da brincadeira). Eles devem pensar que todo mundo vai pagar algum mico. Nós fizemos um "terrorzinho" básico, dizendo que era obrigado a cumprir a tarefa, que não podia pedir ajuda, não interessava o que estivesse escrito no bilhete, não era pra ter vergonha de cumprir, etc. O pessoal fica apavorado, ninguém quer ficar com a caixa e a pessoa que pegou ficou decepcionada... hesita até para pegar o bilhete.Daí a pessoa come o bombom (a decepção passa, é óbvio) e a brincadeira acaba. Todo mundo fica decepcionado por ter só uma rodada! E todos ficam se lamentando por não terem ficado com a caixa.É interessante discutir a questão do medo, do receio de correr riscos e também a questão de oportunidade, que é bem evidente nesta brincadeira. Poucos conseguem aproveitar uma oportunidade quando ela aparece (no caso dessa dinâmica, só um pode aproveitar)
Fonte:Gerência de ação Comunitária


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Meu album picasa

Faça sem sair de casa!!!